DROGAS? NÃO!

Diga não ao crack



Uma droga de rápida absorção, prazer efêmero e devastadora para o organismo. Forma menos pura da cocaína, o crack causa danos ainda maiores ao corpo humano pela velocidade e potência com que seus componentes chegam ao pulmão e ao cérebro. Hipertensão, problemas cardíacos, acidente vascular cerebral (AVC) e enfisema são alguns dos efeitos do seu consumo.

Apesar de todos esses males, a violência e o vírus HIV ainda são apontados como as principais causas de morte dos usuários de crack.

O uso contínuo de crack quando não mata, deixa sequelas que vão desde problemas neurológicos, cefaleias, alterações na marcha e até distúrbios na fala.

Video da Campanha RBS - Crack nem pensar:


Drogas? NÃO! - OpenBrasil.org

Postagens mais visitadas

Imagem

O Crack mata